quarta-feira, 16 de julho de 2008


Carnaval D´ete de Saint-Etienne

Documentário de média-metragem (42´)
Saint-Etienne, FR e Florianópolis - SC 1999

Diretor: José Frazão
Produtor: Cesar Cavalcanti


Sinopse

França - Brasil, 1999. A partir do "Carnaval D´ete de Saint-Etienne", organizado por brasileiros, o documentário traça um paralelo entre as duas culturas populares, através de depoimentos de cidadãos, artistas e personalidades sobre a importância da interação cultural entre as cidades de Saint-Etienne-FR e Florianópolis-SC-BR.

Nenhum comentário:

Filmografia

Filmografia
Nascido em Maceió, Alagoas, aos 15 anos de idade Cesar Cavalcanti segue para o Rio de Janeiro, onde cursa a Escola Nacional de Belas Artes e começa a trabalhar com cinema. Sua estréia foi em 1963, estagiando na assistência de direção do longa-metragem O filho da rua, de Mauro Monteiro. A partir daí, trabalhou como assistente de direção em mais de 25 longas-metragens, dentre os quais Rio, verão e amor (1966), de Watson Macedo, Um uisque antes... e um cigarro depois (1969), de Flavio Tambellini, Procura-se uma virgem (1971), de Paulo Gil Soares, Roleta russa (1972), de Braulio Pedroso, O descarte (1973), de Anselmo Duarte, Maneco, o super tio (1978), de Flavio Migliaccio, e Memórias do medo (1979), de Alberto Graça, além de alguns curtas. A partir do início dos anos 80, passa a se dedicar inteiramente à produção, trabalhando em filmes como Quilombo (1983), de Carlos Diegues, e Ópera do malandro (1985) e Kuarup (1988), ambos de Ruy Guerra. Em 1996, como diretor de produção, faz Guerra de Canudos e Mauá, o imperador e o rei (1998), ambos de Sergio Rezende, Cruz e Souza, o poeta do desterro (1999), de Sylvio Back, e Villa Lobos, uma vida de paixão (1999), de Zelito Viana. Em 2000 tranfere-se para Florianópolis, onde, por dois anos (2001-2003), ministrou cursos e oficinas de produção nas áreas de cinema e vídeo, em festivais, na UNISUL e na Casa de Cultura da Universidade Estácio de Sá. Em 2004 é contemplado pelo Edital do MinC e realiza o documentário em duas versões, curta e média-metragem, Além do Samba, a Resistência Afro-brasileira. Em 2006 filma o média-metragem Lurdinha, vendedora de ilusões, com recursos da Lei 8.313/91 (Lei Rouanet), premiado no concurso do Catarina Festival de Documentário como melhor roteiro e lançado no ano seguinte no 11º Florianópolis Audiovisual Mercosul – FAM, tendo sido premiado pelo júri popular como melhor documentário catarinense e prêmio de melhor vídeo catarinense pelo júri oficial. Ainda em 2007 realiza o documentário de longa-metragem Olhar de um Cineasta, tendo sido indicado pelo júri oficial de seleção do 12º Cine PE, exibido na mostra Extra-FAM 2008 (Florianópolis Audiovisual Mercosul) e na Mostra Palcos e Telas do Festival Ibero-americano Cinesul-RJ. É co-Produtor Executivo do longa-metragem "O Homem mau dorme bem" de Geraldo Moraes. Ainda em 2008, dirige a produção do longa-metragem Antonio Carlos Jobim, um Homem Iluminado, de Nelson Pereira dos Santos.